sexta-feira, 2 de maio de 2008

Musa urubu

Caiu na net uma imagem da musa urubu antes de ser tratada no Photoshop. Para quem não possui gosto flamenguista (outro fato que vazou para a imprensa) é melhor prestar atenção nos detalhes...

14 comentários:

manu disse...

adorei teu blog uaheuaehuhaeauheuaheuaheuahe

muito do bom!

falando nisso,tenho um site aqui que condiz com teu blog,se você pudesse ler daria um bom post ;)

www.efdeportes.com/efd107/por-que-flamengo.htm

bjão

e continue com o blog :)

O_imortal disse...

AHuAhuAhuAuAHUHAuHAuHauhauHAA

E a torcida deles ainda canta "quero mamar"! Isso, é lógico, não foi durante o arrastão nas cadeiras onde ficam as famílias - que por acaso ninguém da mídia viu!

Anônimo disse...

hahahahahaha
essa foi ótima!!! o blog ta ficando cada dia melhor!!!
faltou a foto do ronaldinho com a camisa do flamerda agarrado com os travecos!
abraços

Adriano disse...

Globo+Governo militar+Manipulação= mito flamengo

Isso é sério, uma das fontes é a tese de doutorado da Dra. Marizabel
Kowalski, da Universidade de Educação Física de Viçosa, e explica como
surgiu a "imensa nação rubro-negra", umas das maiores manipulações de massa
já vistas na História do Brasil. Todos os fatos têm provas e foram estudados
pela doutora. O link segue abaixo, divulguem. É preciso alertar as pessoas
do "mito" do qual são vítimas pelas garras da Rede Globo.

Durante a ditadura, os militares viram a necessidade de criar massas
alienadas para serem melhor manipuladas pela Rede Globo, TV recém-criada
pelo governo, e seus jornais oficiais.

Como o futebol já era uma grande paixão dos brasileiros, a idéia foi
engrandecer determinados clubes de futebol para que fossem queridos pelas
massas menos cultas (o "povão") não só do RJ e de SP mas de todo o resto do
país, de forma que a alienação fosse disseminada de forma mais efetiva.
Roberto Marinho, dono da emissora e fanático torcedor rubro-negro, não teve
dúvidas de que clube seria esse.

Daí nasceu a construção do mito da "imensa nação" rubro-negra, com a Globo
mitificando suas cores, jogadores e torcedores. Em SP, o clube escolhido foi
o da "periferia", o Corinthians.

Começou uma das maiores enganações e manipulações da história do Brasil:

Walter Clark, que comandou a Rede Globo por 12 anos (de 65 a 77), saiu de lá
para ser vice-presidente do Flamengo em 78. De cada três jogos transmitidos
pela emissora, um era do Flamengo. Câmeras eram obrigados a mostrar a todo
momento a "festa" da ainda pequena torcida, que começou a se multiplicar.

Armando Nogueira, que comandou por 25 anos o jornalismo da emissora, contou
no sportv que os narradores da Globo eram obrigados a gritar mais alto nos
gols do Flamengo, a diminuir nos de outros clubes. Os comentaristas eram
advertidos a esconder os defeitos e aumentar as qualidades dos jogadores.
Assim surgiu p.ex. o mito "Zico", que virou lenda só no Flamengo mas
enterrou o Brasil em 4 Copas (3 como jogador e 1 como coordenador, ao vetar
a ida de Romário para a Copa de 98 por inveja de Romário ter ganho
praticamente sozinho a Copa anterior, coisa que Zico jamais conseguiu).

Os programas esportivos da Globo minimizam as torcidas, as vitórias e
conquistas de Fluminense, Vasco, Botafogo e outros clubes, e maximizam tudo
que é do Flamengo (e do Corinthians). Os narradores e comentaristas
continuam com suas missões, porém hoje com a Internet fica mais difícil
enganar as pessoas mais inteligentes. De qualquer forma, o estrago foi
feito, os dois times têm as maiores torcidas do país e a massa continua
sendo manipulada facilmente... como sempre.

A história do Flamengo é intimamente relacionada à da toda poderosa Globo.
Como conta Mário de Almeida em seu Blog "Coletiva.net", a alavancada do
Flamengo em termos nacionais teve início nos gabinetes da Rede Globo entre
os poderosos e influentes diretores da empresa, que queriam a todo custo
tornar o clube o "maior" do País:

O ano era o de 1977, até então tínhamos todos os outros grandes clubes
cariocas campeões a nível nacional:
1968 - Taça Brasil – Botafogo-RJ; 1970 - Torneio Roberto Gomes Pedrosa –
Fluminense e 1974 - Campeonato Brasileiro – Vasco. Cadê o Flamengo? Ele
tinha apenas um Torneio Rio-São Paulo de 1961. Era preciso fazer alguma
coisa...

No final de 1977, na Rede Globo, sala de Otto Lara Resende, nascia a Frente
Ampla pelo Flamengo, para a qual Magaldi, um de seus inventores, convocou
este também rubro-negro. Na partilha das tarefas, coube-me a propaganda e a
edição de um periódico para preparar uma futura ação eleitoral.

Nosso companheiro de Globo era o panamenho Homero Icaza Sanches, chefe de
pesquisas da Rede e conhecido no meio, pela sua competência, como o "Bruxo".
Magaldi pediu ao Homero uma pesquisa junto ao colégio eleitoral do CRF – 3
mil associados – e havia, pela ordem, duas preocupações prioritárias:

1. a situação geral, financeira e administrativa;
2. o futebol.

Escolhido Márcio Braga como nosso candidato, criei e gravei um comercial com
ele, abordando a preocupação maior. Carlinhos Niemeyer, o empresário do
Canal 100, jornal cinematográfico exclusivo sobre futebol, foi o escolhido
para a mensagem da segunda preocupação.

Eram 11 horas da manhã quando, no dia das eleições, Walter Clark e Magaldi,
junto ao meu carro, estacionado na sede do Morro da Viúva, aguardavam as
notícias. Cheguei e disse: "Podemos iniciar as comemorações, o milésimo
eleitor, 87 anos, acaba de votar". E, abrindo a porta do carro, indaguei:

- Champanhe, uísque ou vodca?

A vitória, acachapante, foi comemorada até de madrugada numa churrascaria da
Zona Sul.

Ano seguinte, o Flamengo, com Walter Clark como vice de futebol, era campeão
estadual com vitória nos dois turnos. Completou-se, depois, um tri-
estadual, um campeonato brasileiro, um carioca, a Libertadores da América e,
em 1981, no Japão, o Flamengo sagrava-se campeão mundial.

completando:

Walter Clark era considerado um gênio, o playboy que criou a Globo... foi
por muito tempo (1965-77) um dos principais executivos da Rede Globo,
responsável pela criação do "Padrão Globo de Qualidade"(sic). Sobre os
tempos de dirigente, uma passagem de sua autobiografia diz tudo: "Não dirigi
apenas o Flamengo, mas lutei para ser campeão, para formar um time
invencível, para criar uma lenda no futebol brasileiro."

Numa parte do livro, Walter Clark fala da sua experiência no mundo da bola.
Em determinado trecho diz: "Se os senhores pensam que não se compra mais
árbitros de futebol, os senhores estão redondamente enganados...".
Pois é! E aí está gente como o ex-árbitro Edilson Pereira de Carvalho,
Alberto Dualib, afastado da presidência do Corinthians, e tantos outros, a
confirmar o que dizia o Walter Clark em 1991.
Ele que deve ter comprado muito apitador naqueles tempos de Flamengo
também. 22:28 (1 hora atrás) FraN
E o tal Carlinhos Niemeyer, era filho do mentor do Canal 100, ambos
rubro-negros fanáticos, e que beneficiaram tanto nas filamgens o clube da
Gávea...

Aposto que muitos que não tem costume de ler sobre a história e os
bastidores da imprensa "marrom" se surpreenderão com tais textos.

Engana-se quem pensa que estes temas não tem nada a ver com pobreza,
política e o estado de coisas em que se encontra nossa população brasileira.
Basta vc verificar porque tantos políticos e estrangeiros em visita ao país,
aparecem com a camisa do URUBU nas mãos... Isto chama-se POPULISMO!

Estoura o escândalo das papeletas amarelas no Flamengo, em 1986
Em 1986, 300 mil cruzados (moeda da época) foram parar na conta de um
dirigente. Alegação era de que o dinheiro ia ser usado em operações pouco
éticas para facilitar o título do Flamengo

Isto reforça a tese de que o mito flamengo foi criado na década de 80 com
muita força e ajuda de poderosos... Esse escândalo veio à tona, mas muitos
outros podem ter sido muito bem acobertados. Com ajuda do maior meio de
comunicação deste país e no final do governo militar, em que a justiça
muitas vezes não passava de fantoche nas mãos de poderosos (não muito
diferente de hj em dia), não é de se espantar que escândalos desta natureza
fossem facilmente escondidos à favor do time da Gávea.

Anônimo disse...

looser

Anônimo disse...

ridiculo
vc é um babaca imbecil
vc é um grande otário
babacão
mt ridiculo

Anônimo disse...

SÓ POD SER VIADO MSMO!!! PEGARAM UMA MULHER E COLOCARAM UM PÊNIS NELA UMA BARBA... FALA SÉRIO ESSE É O SEU DESEJO PEGAR UM CARA VESTIDO D FLAMENGO E COMER ELE NEH?? POD FALAR VIADÃO!!!

Anônimo disse...

blog ridículo e comentários ridículos de tricolores, alvinegros e vascaínos recaucados!!!

Anônimo disse...

INVENÇÃO, ESTA FOTO E DO RODRIGO SANTORO QUANDO INICIOU NA TV, VESTIDO COM A CAMISA E RETOCADO, QUANTO AOS COMEN TÁRIOS, FUNDAMENTA UMA FONTE FIDEDIGNA OU UMA DECLARAÇÃO DE ALGUEM CITADO, ESCRITO EM LIVROS COM CLAREZA E NÃO CITAÇÃO, QUANTO AO QUESTIONAMENTO DO MOVIMENTO E GRITOS ATÉ ACREDITO, POIS DEU ANIMO AOS JOGADORESM PAGOU-SE MAIS SALÁRIOS FICOU ENDIVIDADO, MAS FOI RECOMPENSADO; COMPRAR ÁRBITROS E DISCUTIVEL, PORQUE O ADVERSÁRIO NÃO TERIA CACIFE, TAMBÉM; FINALMENTE ESQUECERAM DE MENCIONAR O JORNAL DOS SPORTS.

Anônimo disse...

perfeito!


flamenguista é tudo babaca
se acham sempre os poderosos por causa da globo.bando de merdas , torcidinha de lixo

Anônimo disse...

Segundo a minha tese,25 entre cada 100 burro-negros são travestis.

Anderson Mecânico disse...

nossa imagino que essa dr deve ter tido a brilhante ideia de fazer esse doutorado após seu time levar uma cravada do mengão !!

quando sera que veremos um doutorado sobre a era eurico ikranda no vasco ? sera que o " vascão papa tudo" foi ajudado de alguma forma ? a fama de eurico não é das melhores .

não haverá pq no mengão não tem chorões!

Anônimo disse...

cade o link da tese?

01001000 disse...

Dois locais na net para conhecer o passado e o presente sombrio do mais protegido do Brasil. O cocô da beira da Lagoa. O time do mundo do faz de conta. Essa merda chamada framengo.

Na zoação:

Shoopa Shampoo

Nas coisas sérias e fundamentadas:

Aqipossa